RI-FJP  Escola de Governo (EG)  EG – Dissertações de mestrado 

Utilize o seguinte identificador para referenciar este item:
http://www.repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/149

Título: Gestão de recursos humanos no estado de Minas Gerais: retenção de pessoas no cargo de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental
Autor: Oliveira, Kamila Pagel de
Orientador: Ckagnazaroff, Ivan Beck
Nível: Mestrado
Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais
Departamento: Ciências Administrativas
Programa: Centro de pós-graduação e pesquisas em administração
Afiliação: Fundação João Pinheiro
Data: 2009
Descritores: Recursos humanos
Administração de pessoal
Setor público
Inovação
Keywords: Human resources
Personnel management
Public sector
Innovation
Resumo: A década de 90 se conformou como um período crucial para a Administração de Recursos Humanos no setor público. Este período foi caracterizado por dois desafios: reduzir as funções administrativas e burocráticas no que tange à gestão de pessoas e ampliar as funções estratégicas dessa área. A necessidade de inovação da gestão de recursos humanos no setor público destaca-se quando se analisa os esforços de Reforma do Estado e de introdução de práticas gerenciais no âmbito das organizações públicas. Assim, as organizações públicas também possuem o desafio de atrair e reter seus profissionais, por meio da implementação de políticas e práticas inovadoras de recrutamento e seleção, desenvolvimento de pessoal, desenvolvimento de carreira, plano de cargos e salários, remuneração e benefícios. Desse modo, o objetivo geral desta pesquisa consistiu em analisar em que medida as políticas e práticas de recursos humanos implementadas no Estado de Minas Gerais contribuíram para a retenção dos profissionais do cargo de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG), responsáveis pela formulação, avaliação e supervisão de políticas públicas e pelo exercício de atividades relacionadas às áreas de planejamento e gestão do Estado de Minas Gerais. Quanto ao tipo de pesquisa, esta se caracterizou por uma pesquisa de caráter exploratório e descritivo. Quanto aos meios, foi feito um estudo de caso. Para tanto foi realizada uma pesquisa quantitativa, por meio da aplicação de questionário a amostra representativa dos EPPGG, membros da carreira e exonerados, e também uma pesquisa qualitativa, através da realização de entrevistas semi-estruturada, com EPPGG e gestores da carreira. Os resultados demonstraram que o principal motivo para a evasão dos EPPGG é a deficiência salarial (60,3%) e o principal motivo para a permanência na carreira é o interesse pela área pública (24,8%). Por meio da pesquisa pôde-se concluir que da totalidade de políticas e práticas de recursos humanos listadas, apenas 27,6% são visualizadas como políticas e práticas implementadas pelo Governo de Minas, na percepção dos EPPGG. Ainda, das políticas e práticas, 17,24%, estão contribuindo para a retenção dos EPPGG, visto que possuem relação de dependência com a permanência na carreira (p<0,05) e foram bem avaliadas pela amostra, e 24,14% das políticas e práticas estão contribuindo para a evasão destes profissionais, visto que possuem relação de dependência com a permanência na carreira e foram consideradas inexistentes pelos EPPGG. Por meio da pesquisa, concluiu-se também que os EPPGG não possuem a mesma percepção demonstrada pelo governo de Minas, pois não visualizam como adotadas grande parte das políticas e práticas de recursos humanos assumidas como implementadas pelos gestores da carreira.
Abstract: The ninety decade became an important period to Human Resource Management in Public Sector. This period had as typical challenges: to reduce administration and bureaucratic functions, besides amplify it strategic functions. The necessity of innovation in Human Resource Management of public sector became evident by effort dedicated to State´s Reform and introduction of management practise in public organizations. Public organizations have difficulty to contract and maintain its professionals, for overcome this, they utilize new policies of recruiting and selection, individual and profession development, career´s plans and benefits. In this context, this work has as general objective measure the contribution of human resources policies to guarantee professionals retention. The research is focused in public career of specialists in governmental management and public policies (EPPGG), that have as activity to plan, to evaluate and to supervise public policies, besides work with planning and management of Minas Gerais State. The work is identified as exploratory and descriptive research, that utilized as methodology a case study. The case study was elaborated through a quantitative research that administered a questionnary for a representative sample of EPPGG, career members and exonerated. Also, it was utilized a qualitative research through semi-structured interview to career´s managers and EPPGG. The results evidence that salary´s deficiency (60,3%) constitute principal motive to lose professionals, and the principal motive that sustain EPPGG in his career is interest by public sector (24,8%). It was identified that in whole scope of policies and practices human resource´s, only 27,6% are observed as a Government policy by EPPGG. It was verified that 17,24% of those policies and practices are important to EPPGG´s permanence in career, whereas exist a dependence relationship between career permanence and those policies. Otherwise, 24,14% of practices and policies are contributing to escapement of professionals, considering a dependence relationship with career permanence and the inexistence of those practices by the sample. It was conclusive with this work that EPPGG do not identify several policies and practices human resource´s as introduced by the government, that was defended as established by career´s managers.
Referência: OLIVEIRA, Kamila Pagel de. Gestão de Recursos Humanos no Estado de Minas Gerais: retenção de pessoas no cargo de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. 2009. 228 f. Dissertação (mestrado em Administração) - Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2009.
Aparece na(s) coleção(ções):EG – Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Gestão de Recursos Humanos no Estado de Minas Gerais.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir
Visualizar estatísticas

Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons

Creative Commons

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.