RI-FJP  Centro de Pesquisas Aplicadas (CPA)  CPA – Dissertações de mestrado 

Utilize o seguinte identificador para referenciar este item:
http://www.repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/164

Título: Análise multitemporal do comportamento estrutural e espectral da regeneração do cerrado sensu-stricto
Autor: Costa-Pereira, Priscilla de Souza
Orientador: Maillard, Philippe
Membros da banca: Amaral, Silvana
Timbó Elmiro, Marcos Antônio
Maillard, Philippe
Nível: Mestrado
Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais
Departamento: Instituto de Geociências
Programa: Pós-Graduação em Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais
Afiliação: Fundação João Pinheiro
Data: 2009
Descritores: Cerrado
Reflorestamento
Sensoriamento remoto
Keywords: Reforestation
Remote sensing
Resumo: O Cerrado é um complexo vegetacional rico em biodiversidade, com alto grau de endemismo. Contudo, está seriamente ameaçado pela expansão do agronegócio e crescentes monoculturas de eucalipto. Pesquisas sobre a regeneração do Cerrado são fundamentais no entendimento da dinâmica da vegetação e nos estudos de conservação. O objetivo desta pesquisa é caracterizar a idade da vegetação do cerrado sensu-stricto através da análise de uma longa sequência de imagens TM/Landsat-5 (I984 a 2007), identificando relações entre a estrutura da vegetação e o comportamento espectral. O Parque Estadual Veredas do Peruaçu (PEVP), escolhido como área de estudo, foi ocupado por plantações de eucalipto até 1994 e hoje contém extensas áreas de cerrado sensu-str:icto em processo de regeneração. O histórico de degradação do PEVP foi obtido através da subtração de imagens NDVI em pares entre 1984 e 2007. O método de "parcelas" foi adotado para medir as variáveis estruturais da vegetação. Em toda a área amostrada (9.400 m2) foram mensurados e identificados 2.030 indivíduos lenhosos com CAP maior ou igual a 10 cm, agrupados em 22 famílias botânicas contendo 45 gêneros e 53 espécies. Polígonos de 2x2 pixels, representando as 47 parcelas mensuradas no campo foram utilizados para extrair o valor de reflectância das imagens e, assim, caracterizar a resposta espectral da regeneração da vegetação em cada data estudada e analisar as relações estatísticas entre as variáveis estruturais e espectrais. Apesar dos baixos coeficientes de correlação observados entre as variáveis espectrais.e estruturais, um modelo matemático multivariado de estimativa da idade da vegetação foi gerado a partir de regressão múltipla explicando 61 % da variação da idade. A sequência de 18 imagens Landsat serviu para caracterizar a dinâmica do comportamento espectral da regeneração de cerrado e permitiu estimar o tempo aproximado que a vegetação de cerrado dessa região necessita para alcançar um aspecto semelhante ao cerrado sem degradação recente. Além desses resultados, um levantamento fitossociológico das parcelas permitiu uma caracterização florística lenhosa dessa região de cerrado comparando os valores obtidos com outras áreas de condição edáficas semelhantes.
Abstract: Cerrado is a biologically rich vegetation complex, with a high degree of endemism. It is, however, seriously threatened by expansion of agribusiness and growing monocultures of eucalyptus. Research on Cerrado regrowth is crucial for understanding the dynamics of vegetation and for studies of conservation. The purpose of this study is to characterize the age of cerrado sensu-stricto vegetation through the analysis of a long sequence of TM/Landsat-5 images (1984 to 2007), identifying relationships between the structure of vegetation and its spectral behavior. The Veredas do Peruac¸u State Park (VPSP), chosen as the study area, was occupied by eucalyptus plantations until 1994 and now contains large areas of savanna in the process of regeneration. The history of degradation of the VPSP was obtained by subtracting NDVI images in pairs between 1984 and 2007. The “plot” methods was adopted to measure the structure of the vegetation. Throughout the area sampled (9.400m2) 2.030 woody individuals were identified and measured with CAP greater or equal to 10cm grouped in 22 botanical families containing 45 genus and 53 species. Polygons of 2×2 pixels, representing all 47 plots measured in the field, were used to extract reflectance values from the images and thus characterize the spectral behavior of the regeneration of vegetation over time and analyze the statistical relationship between the spectral and structural variables. Although generally low correlation coefficients were observed between the spectral and structural variables, a valid multivariate mathematical model to estimate the age of cerrado vegetation was generated through multiple regression explaining 61% of the age variation. The sequence of 18 Landsat images was used to characterize the dinamics of the spectral behavior of regenerating cerrado and estimate the time necessary for cerrado vegetation of that region to regain a spectral aspect similar to non-degraded cerrado. Additionally, a phytosociological survey made it possible to characterize the floristic composition of woody plants and compare these values with other areas having the same edaphic conditions.
Referência: COSTA-PEREIRA, Priscilla de Souza. Análise multitemporal do comportamento estrutural e espectral da regeneração do cerrado sensu-stricto. 2009. 74 f. Dissertação (Mestrado em Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2009.
Aparece na(s) coleção(ções):CPA – Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Análise multitemporal do comportamento estrutural e espectral.pdf5,46 MBAdobe PDFVer/Abrir
Visualizar estatísticas

Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons

Creative Commons

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.